Ação de formação O PROBLEMA DA DEFINIÇÃO DE ARTE
Registo: CCPFC/ACC-90267/17 | Nº Créditos: 1
Modalidade: Curso de Formação | Destinado a: Professores do Grupo 410 do Ensino Secundário

A Apf – Associação de Professores de Filosofia e o CFAE Beira Mar promovem o curso de formação acreditado O PROBLEMA DA DEFINIÇÃO DE ARTE, orientado por Aires Almeida.
Com um importante enquadramento teórico que permitirá o aprofundamento científico sobre o problema da definição de arte, o curso tem também uma relevante componente prática da qual resultará a produção de materiais didáticos. O trabalho dos formandos permitirá ainda uma simulação próxima de tipo de metodologia crítica a desenvolver com os alunos.
Aires Almeida é professor na Escola Secundária Manuel Teixeira Gomes, em Portimão. Mestre em Filosofia pela Universidade de Lisboa e membro do Centro de Filosofia da mesma universidade. É autor e coautor de vários livros de filosofia, entre os quais “O valor cognitivo da arte”, sendo também o atual coordenador da coleção “Filosofia Aberta” da Gradiva.

Razões justificativas da ação
É amplamente reconhecido que a robustez científica é um dos pilares do êxito pedagógico e do sucesso profissional do professor. Três condições estão tipicamente associadas à robustez científica: a formação de base, o aprofundamento dos conhecimentos adquiridos na formação de base e a sua atualização.
Esta ação tem em vista contribuir para a satisfação destas duas últimas condições: aprofundamento e atualização científica do conhecimento sobre uma importante secção do programa de filosofia do ensino secundário, que é a estética e filosofia da arte.
No âmbito da estética e da filosofia da arte, um dos temas centrais a lecionar no 10.º ano diz respeito ao conceito de arte e sua definição. Dado ser este um problema relativamente ao qual a filosofia contemporânea das últimas décadas tem acrescentado numerosos e importantes contributos — muitos deles impulsionados por novas e surpreendentes formas de produção artística que é preciso ter em conta — a necessidade de atualização e de aprofundamento dos conteúdos a lecionar, torna-se evidente.
Pretende-se que esta ação contribua para uma lecionação didática e cientificamente mais segura.
Nesse sentido, ao longo da formação, os formandos irão elaborar materiais e recursos didáticos completamente novos, com vista à sua aplicação em sala de aula, assim contribuindo para a renovação das práticas pedagógicas dos docentes. Estes materiais e recursos serão coletivamente discutidos (quanto à sua acuidade teórica, à sua adequação didática e ao seu potencial pedagógico) nas sessões práticas e teórico-práticas, assentes num trabalho colaborativo de aberta partilha de ideias e de mútuo aperfeiçoamento. A ideia é que os recursos a elaborar funcionem como casos práticos que suscitem perplexidade nos alunos, de modo a que os alunos sejam capazes de autónoma e intuitivamente descobrir uma ilustração (nuns casos) ou um desafio filosófico (noutros casos) às teorias da definição a analisar nas aulas, assim potenciando a desejável discussão filosófica subsequente

Duração e modalidade: 25 horas em elearning (10 horas síncronas e 15 horas assíncronas de trabalho autónomo do formando)

Plataformas: Zoom – para sessões síncronas; Moodle para sessões assíncronas

Calendário das sessões síncronas:
a definir

Preço: 75 euros associados da Apf com quotas em dia; 95 euros não associados
Nota 1: o pagamento far-se-á à Apf após confirmação da entrada na turma; indicações para o pagamento serão enviadas para o mail do formando fornecido no ato de inscrição.
Nota 2: associados da ASSP poderão solicitar à mesma o apoio na inscrição (veja aqui).
Nota 3: o acesso às plataformas será fornecido aos formandos através de correio eletrónico; do ponto de vista do formando, o acesso às plataformas é muito simples e serão enviadas indicações antes do início da formação.
Nota 4: podem ocorrer alterações ao calendário das sessões síncronas, desde que o formador e todos os formandos estejam de acordo.
Nota 5: por imposição legal, as formações em modalidade de elearning, com um formador, podem ter no máximo 15 formandos.

Inscrições
https://goo.gl/forms/PPtyyfjhlUdfud6r2

Após confirmada a presença na turma (em função do número mínimo de 13 e o número máximo de 15 inscritos), o CFAE enviará por correio eletrónico a ficha do CFAE que deve ser preenchida e validada nos Serviços Administrativos da Escola dos formandos.
A ficha, validada, deve ser enviada para cfaebeiramar@esjcff.pt. O comprovativo de pagamento deve ser enviado para apfilosofia@sapo.pt.

Outras informações em http://apfilosofia.org/.