Destinatários:
Educadores de Infância, Professores dos Ensinos Básicos e Secundário e Professores de Educação Especial.

Contextualização:
O Programa Nacional de Promoção do Sucesso Escolar (PNPSE) foi criado por resolução do conselho de Ministros (nº23/2016) e assenta no princípio de que são as comunidades educativas quem melhor conhece os seus contextos e as dificuldades e potencialidades, sendo, por isso, quem está melhor preparado para encontrar soluções locais e conceber planos de ação estratégica, pensados ao nível de cada escola, com o objetivo de melhorar as práticas educativas e as aprendizagens dos alunos. Neste quadro, pretende reforçar-se o papel da escola, dos seus profissionais e da comunidade, das entidades formadoras, dos formadores e de outros agentes de intervenção comunitária na promoção do sucesso escolar e na valorização da aprendizagem, num esforço continuado de resposta a um dos mais sérios entraves ao progresso na qualificação dos portugueses e na redução das desigualdades. É assumida a necessidade de mobilizar os diferentes atores sociais de modo a criar sinergias entre os mesmos, em ordem a potenciar a eficácia das medidas a implementar e a urgência de um compromisso nacional visando garantir uma educação de qualidade como resposta às novas exigências de uma sociedade do conhecimento e da competitividade.

Objetivos:
Preparar novas formas de organização do ensino e da aprendizagem que promovam a participação de todos os atores educativos com vista ao sucesso educativo.
Edificar uma escola reflexiva assente nas mais-valias da reflexividade.
Construir uma medida de um plano de ação estratégico com enfoque nas práticas letivas.

Conteúdos:
A trajetória do sucesso escolar em Portugal;
O sucesso escolar como missão e condição natural da escola pública;
Desafios que se colocam ao sistema educativo português;
Como pode cada escola fazer convergir os recursos de que dispõe para agir sobre os fatores internos que influenciam o sucesso educativo?
Identificar áreas de melhoria das práticas letivas em sala de aula;
A importância da reflexão sobre a eficácia das práticas de ensino;
As vantagens de um planeamento pensado ao nível de cada escola;
A matriz de um plano de ação estratégica;
A construção de um plano de ação estratégico com enfoque nas práticas letivas;
Conhecer o processo de construção de um plano de melhoria centrado nas fragilidades priorizadas;
Identificar os aspetos que devem constar na matriz do plano de ação estratégica – fragilidade, objetivo, metas, atividades, responsáveis, calendarização.
Promover a partilha de experiências.

Calendarização:
14 setembro, das 17h30 às 20h30 (3 horas)

Local:
Escola-sede do Agrupamento de Escolas do Paião

Formadora:
Mestre Fernanda Paula Fernandes dos Reis Pinheiro

Inscrições:
https://goo.gl/forms/bHL7fnFdint36DCY2