Ação de Formação Estou a crescer – Promoção de estilos de vida e ambiente escolar saudável
Modalidade: Oficina de Formação
Registo de Acreditação: CCPFC/ACC – 88214/16
Duração: 50 horas (25 horas presenciais + 25 horas trabalho autónomo)
N.º de Créditos: 2,0
Formadora: Elsa Cristina Timóteo Feliciano (médica nutricionista na UCC, Cantanhede)
Destinatários: Professores do 1.º Ciclo e Professores de Educação Especial
Local da Formação: Centro Escolar de Cantanhede
Inscrições:
Os professores interessados em frequentar esta ação de formação devem preencher e enviar a ficha-inscricao-341617pd, acompanhada do BI ou do CC para geral.cfaebeiramar@gmail.com ou entregue diretamente no CFAE Beira Mar.
O período de inscrições decorrerá entre as 12,00h do dia 2 de dezembro de 2016 e as 12,00h do dia 14 de janeiro de 2017.
A ação de formação só irá funcionar com o número mínimo de 12 formandos (número máximo a admitir: 30 formandos).
Critérios de seleção dos formandos:
1. Docentes de Unidades Orgânicas associadas do CFAE Beira Mar do concelho de Cantanhede;
2. Docentes de Unidades Orgânicas associadas do CFAE Beira Mar;
3. Docentes de Unidades Orgânicas não associadas do CFAE Beira Mar;
4. Ordem de inscrição.
Razões justificativas:
A Unidade de Cuidados na Comunidade de Cantanhede (UCC) promove cuidados de saúde, está inserida no Agrupamento de Centros de Saúde do Baixo Mondego (ACES BM) e pertence ao Centro de Saúde de Cantanhede, abrangendo todo o concelho de Cantanhede.
A UCC, tal como definida no Decreto-Lei nº 28/2008, tem uma atuação transversal a toda a área geográfica abrangida, em constante articulação com as Unidades de Saúde Familiar (USF), Unidades de Cuidados de Saúde Personalizados (UCSP), Unidade de Saúde Pública (USP) e Unidade de Recursos Assistenciais Partilhados (URAP) em parceria com organizações da comunidade, grupos formais ou informais, Autarquias, Agrupamentos de Escolas, Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS), empresas e demais recursos da comunidade.
O projeto “Estou a crescer” surge para melhorar a literacia em saúde e a tomada de decisão responsável sobre estilos de vida saudáveis, elaborado de acordo com aos eixos estratégicos do Programa Nacional de Saúde Escolar (DGS,2015). Visa também capacitar os professores no desenvolvimento da educação para a saúde das crianças, incentivando ainda à participação dos pais/encarregados de educação no processo. A escola constitui um contexto privilegiado de aprendizagem formal sobre estilos de vida saudáveis.
Objetivos:
O curso permitirá capacitar os docentes para o desenvolvimento das suas aptidões no que concerne ao ensino de estilos de vida e ambiente escolar saudáveis, através de:
– desenvolvimento de competências e de estratégias de intervenção pedagógica nestas áreas;
– reflexão sobre estratégias promotoras de sinergias entre os atores do processo educativo, para a reconfiguração/inovação na abordagem dos temas.
calendarizacao
Metodologia de realização da ação:
– Discussão/reflexão em cada uma das sessões presenciais;
– Atividades de cariz prático, com o desenvolvimento de trabalhos e dinâmicas de grupo e participação em jogos cooperativos;
– Implementação de estratégias dinâmicas e interativas ao longo das sessões, como exemplos de práticas a utilizar em contexto escolar e familiar;
– Experimentação em sala de aula dos materiais produzidos não presenciais.
– Reflexão crítica sobre as atividades desenvolvidas bem como a sua utilidade pedagógica.
Regime de avaliação dos formandos:
* Obrigatoriedade de frequência de 2/3 das horas presenciais
* Participação nas sessões (40%)
* Trabalhos a desenvolver e apresentar ao longo da ação (30%)
* Relatório individual de reflexão final (30%) com aplicação dos pressupostos pedagógicos e mobilização dos conhecimentos adquiridos em formação
* De acordo com os critérios previamente estabelecidos, classificados nas escola de 1 a 10, conforme indicado na Carta Circular CCPFC – 3/2007 – Setembro 2007, com a menção qualitativa de:
– 1 a 4,9 valores – Insuficiente;
– 5 a 6,4 valores – Regular;
– 6,5 a 7,9 valores – Bom;
– 8 a 8,9 valores – Muito Bom;
– 9 a 10 valores – Excelente.
Modelo de avaliação da ação:
a) pelos formandos: resposta a um inquérito elaborado para o efeito;
b) pelo formador: resposta a um inquérito elaborado para o efeito;
c) pelo Centro de Formação: elaboração de um relatório global de avaliação com base nos instrumentos avaliativos utilizados por formandos e formador.