Ação de Formação n.º 111617PD – 2016/2017, “Ensinar e aprender Matemática no 1º e 2º CEB”
Modalidade: Curso de Formação
Registo de Acreditação: CCPFC/ACC – 83831/15
Duração: 25 horas presenciais
N.º de Créditos: 1,0
Formadora: Fernanda Maria Carvalho Silva
Destinatários: Docentes dos 1º e 2º CEB
Local da Formação: Escola Sede do Agrupamento de Escolas do Paião
Inscrições:
Os professores interessados em frequentar esta ação de formação devem preencher e enviar a ficha-de-inscricao-111617pd, acompanhada do BI ou do CC para geral.cfaebeiramar@gmail.com ou entregue diretamente no CFAE Beira Mar.
O período de inscrições decorrerá entre as 12,00h do dia 20 de setembro de 2016 e as 12,00h do dia 17 de outubro de 2016.
A ação de formação só irá funcionar com o número mínimo de 12 formandos (número máximo a admitir: 22 formandos).
Critérios de seleção dos formandos:
1. Docentes do Agrupamento de Escolas do Paião
2. Docentes de Unidades Orgânicas associadas do CFAE Beira Mar;
3. Docentes de Unidades Orgânicas não associadas do CFAE Beira Mar;
4. Ordem de inscrição.
Calendarização:
21-10-2016 (sexta-feira) 16.30h – 19.30h
26-10-2016 (quarta-feira) 16.30h – 19.30h
02-11-2016 (quarta-feira) 16.30h – 19.30h
09-11-2016 (quarta-feira) 16.30h – 19.30h
16-11-2016 (quarta-feira) 16.30h – 19.30h
19-11-2016 (sábado) 09,00h – 13,00h
19-11-2016 (sábado) 14,00h – 17,00h
25-11-2016 (sexta-feira) 16,30h – 19,30h
Razões justificativas:
O sucesso na disciplina de matemática constitui um desafio para a maioria dos sistemas educativos não só porque a matemática é considerada como uma das disciplinas fundamentais do currículo escolar, mas também pela sua contribuição estruturante no desenvolvimento do conhecimento cognitivo e pelo carácter instrumental da maioria das aprendizagens matemáticas na vida adulta (Funer, Yahaya e Duffy, 2005, citados por Gonzalez-Pienda et al, 2006). A forma estruturada como se desenvolve torna a falta de bases, uma das principais causas e consequências de insucesso nesta disciplina. Buescu (2012) salienta o carácter cumulativo da aprendizagem da matemática que não permite progressos significativos se não se conhecer tudo o que existe para trás. A articulação entre os professores do 1.º e 2.º ciclo é importante no sentido de contribuir para uma continuidade da aprendizagem da disciplina. Com a entrada em vigor do Programa de Matemática para o Ensino Básico no ano letivo 2013/2014 e das Metas Curriculares que o complementam e esclarecem, assiste-se à necessidade de conhecer melhor estes documentos e aprofundar os conhecimentos dos professores relacionados com os conteúdos programáticos destes níveis de ensino.
De realçar ainda a importância das variáveis motivacionais em contexto escolar, pela influência que exercem na aprendizagem, no rendimento escolar e no bem-estar dos alunos. Nos últimos anos constatou-se um aumento de investigações que relacionam a dimensão afetiva do individuo com o ensino/aprendizagem da matemática. A melhoria das aprendizagens passa também pela promoção de atitudes e expetativas de eficácia pessoal. Os professores devem estar imbuídos de uma atitude positiva relativamente à matemática e ao seu ensino, que inclua a criação de expetativas elevadas acerca do que os seus alunos podem aprender em matemática (Serrazina, 2012, p.12).
Objetivos:
Impacto pretendido nos professores envolvidos:
1. Aprofundar os conhecimentos dos professores relacionados com os conteúdos programáticos deste nível de ensino;
2. Construir/preparar materiais de apoio às atividades letivas;
3. Promover a troca de experiências e materiais.
Conteúdos:
Organização e planeamento da ação (1 hora)
. Avaliação de necessidades e interesses
. Debate dos objetivos da ação
. Organização do trabalho a desenvolver
. Documentação e materiais de apoio
Conteúdos do Domínio Números e Operações e Álgebra (8 horas)
.Números Naturais
. Sistema de numeração
. Algoritmos
. Problemas a propor
. Aplicação das Metas Curriculares
Números racionais
. Frações e dízimas
. Operações com números racionais – algoritmos
. Aplicação das Metas Curriculares
. Atividades a propor aos alunos.
Conteúdos do Domínio Geometria e Medida (9 horas)
.Orientação e localização no espaço
. Noção de medida e números racionais
. Nomenclatura
. Figuras geométricas e propriedades
. Medida: perímetros, áreas, volumes, introdução do número Pi, isometrias
. Aplicação das Metas Curriculares
. Atividades a propor aos alunos
Conteúdos do Domínio Organização e Tratamento de Dados (6 horas)
. Vocabulário básico da Teoria dos Conjuntos
. Variáveis estatísticas
. Representação e tratamento de dados
. Implementação das Metas Curriculares referentes a este domínio
. Atividades a propor aos alunos.
Avaliação da acção (1 hora)
Metodologia de realização da ação:
As atividades a realizar no curso decorrem em sessões presenciais, teórico/práticas, num total de 25 horas.
As sessões deverão incluir momentos expositivos/demonstrativos e atividades práticas.
As atividades integradoras devem ser desenvolvidas com a preocupação de ligação com os contextos e as vivências profissionais dos participantes. Na abordagem a cada aplicação o formador deverá propor a elaboração de recursos materiais com sentido no contexto profissional dos formandos.
Condições de frequência da ação:
Presença obrigatória de, pelo menos, dois terços das horas de formação.