Destinatários:
Docentes dos 2.º e 3.º Ciclos do Ensino Básico

Contextualização:
Os jovens são considerados uma população de risco de suicídio (DGS, 2013). O estigma da doença mental é uma barreira ao acesso aos cuidados de saúde mental, inibe a perceção de necessidade de ajuda e dificulta o reconhecimento de pessoas em risco. Apenas uma minoria dos jovens com necessidade de cuidados de saúde mental recebe tratamento.A saúde mental é considerada uma área de intervenção prioritária (PNSE, 2015) e a escola é entendida como centro promotor de saúde mental. As intervenções preventivas mais eficazes são as que envolvem toda a comunidade educativa – agentes educativos, pais e encarregados de educação, profissionais de saúde e alunos. Deste modo, estão preconizadas campanhas de prevenção nas escolas através do combate ao estigma em saúde mental, identificação de fatores de risco e protetores da depressão, ideação suicida, comportamentos auto lesivos sem intenção suicida e atos suicidas (DGS, 2013).

Objetivos:
• Sensibilizar os agentes educativos para a temática;
• Facilitar a identificação precoce de adolescentes em risco;
• Combater o estigma da doença mental;
• Fortalecer redes de apoio;
• Dar a conhecer nomes e locais de funcionamento dos serviços especializados e fornecer bibliografia, endereços eletrónicos, etc…

Conteúdos:
1. Adolescência
2. Depressão na Adolescência
3. Comportamentos Suicidários
4. Prevenção do Suicídio em Meio Escolar
5. Projeto de Prevenção do suicídio em Meio Escolar +Contigo

Calendarização:
25 de outubro, das 14h30 às 17h30 (3 horas)

Local: 
Escola Básica Marquês de Marialva, Cantanhede (Escola-sede do Agrupamento de Escolas Marquês de Marialva, Cantanhede)

Formadora:
Ana Gabriela Silva Saraiva, Mestre

Inscrições:
https://goo.gl/forms/LnLbgujpXpONYuY53